quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

DEZENAS

Os olhos que veem não são os olhos que falam
E não existe o óbvio imaginário para as rosas
Com sonhos perdidos o amor é de verdade
Deixando o coração ansioso para a liberdade

O passado é sempre um presente
Deixando o presente sempre no passado
Com dezenas de saudades que sorriem
Com dezenas de sorrisos que choram

O presente é sempre um passado
Deixando o passado sempre no presente
Com dezenas de sorrisos perdidos
Com dezenas de lágrimas saudosas

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

A beleza que o amor chorou

A beleza que conhece desconhece a verdade
Os dias e as semanas são séculos esquecidos
A rua não deixa o adeus se perder na saudade

Só o dia não chorou 
E brindou o luar
Amém na oração

O amor é uma aposta que chega de surpresa
O presente não acredita que o sonho é ingrato

Dentro de casa cada casa é uma casa
E as almas são encontros dos corpos

O reconhecimento é a incerteza dos papéis
O azul do céu não encontra o azul do mar

domingo, 4 de janeiro de 2015

AMARELAS ROSAS

Belas rosas amarelas são presentes
Acreditam que na beleza a imponência
Acreditam que na simplicidade a beleza

As mais belas das rosas amarelas festejam
E nenhuma pétala se perde no vento sul
São apenas pétalas amarelas que vivem

O homem não percebe a beleza
E deixa no olhar um olhar de saudade
Com esperança espera a esperança

Rosas amarelas
Amarelas rosas
Rosas que expressam vidas
Amarelas floreiam a beleza

Amarelas rosas
Rosas amarelas
Amarelas que são rainhas
Rosas heranças da realeza

Viver a vida na sutileza das amarelas rosas
E sorrir para os espinhos e cantar e ser feliz
Deixando a beleza engrandecer a sua natureza

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Feliz ano novo de novo

O ano é novo
A vida é velha
Os problemas são os mesmos

Há sempre uma chance quando se ama
Não existe o impossível para viver e ser feliz
Brindes de bolhas deixam alegres as almas que sorriem

Na passagem do ano mais um ano se inicia
E com bons sonhos muitos sonhos se tornam realidades
A vida é bela com suas surpresas que transformam vidas

O ano é novo
E de novo os abraços se encontram

A vida é a mesma
E na mesma prece o desejo de ser feliz

Os problemas são os mesmos
E por serem os mesmos são sempre atuais