sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

CRISTAL

A solidão da resposta é a mais dolorida
Cada sonho é passado de um futro inexistente
Os encontros felizes são esperançosos na incerteza
Todos os passos (agora) não existem mais

O fim é mais dolorido que a morte
A saudade não realça a beleza dos olhos
Os encontros são lembranças do passado-presente

Os belos e os feios são fissuras do ingrato sentimento do amor
Doces e balas não festejam a infeliz  derrota do tempo
Tempo de flores artificiais que decoram a sala
Quartos opostos em cama que não existe mais

Mansagens que agora se foram e levaram a beleza
O anonimato que venceu a mais confiante certeza de duas vidas

Sonhar sonhos não faz um homem feliz
Viver desejos não fazem os sonhos felizes
Palavras soltas podem quebrar o frágil cristal

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

DÚVIDAS

A dor da dúvida é a pior de todas as dores
A dor da dúvida é letal
A dor da dúvida leva a dúvida de todas as certezas

É melhor a dor da verdade do que a alegria da ausência
O coração de um homem não compreende os desejos reais
Todos os sentidos são incorretos quando a vida transfigura

A dor da dúvida leva a dúvida de todas as certezas
A dor da dúvida é letal
A dor da dúvida é a pior de todas as certezas