quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Verdades de lindas histórias

Muitas pessoas são felizes e não sabem
Todas as mães sorriem com lágrimas
Nenhuma paz é por completa gratidão

A fé de um jovem não pode ser negada
Os caminhos são segredos da alma
A porta fechada não esconde a intenção

Lindas histórias de tristes verdades
Tristes verdades de lindas histórias
Lindas e tristes histórias 

Tristes histórias de lindas verdades
Lindas verdades de tristes histórias
Tristes e lindas verdades

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Anotações

A vida é um encontro de estrelas no céu
A beleza existe mas poucos admiram 
Nenhuma estrela é infeliz por brilhar

A chuva que chove deixa a tarde saudosa
As palavras são despedidas da realidade
A imagem é um pouco do vendaval do sul

Heranças que largam as mais inocentes histórias
Sambas que confessam as chaves do coração
Velhos extintos que sorriem para o presente

Quantas inúteis fogueiras o abraço escondeu
O amor é um sofrimento alegre da poetisa
Microfones desligados sublimam a respiração

Apenas o maestro ficou sozinho na mesa do bar
Algumas cantigas são como saudades invejadas
Há vidas que no amanhecer do dia querem dormir

O arvoredo olha escondido pela janela o bom dia
A multidão não percebe a solidão em contramão
No porão da alma o amor é mais uma esperança

Muitas calúnias são verdades dos aplausos
Quantos carinhos são comprados para sorrir?
O orgulho esquecido é o alimento da alma

Quantas feras foram feridas pelo exagero?
O olhar que se vê é sempre um olhar
Quantos exageros são vitimados pelo olhar?

O mar é apenas um pedido de liberdade
A canção é apenas um grito de socorro
O homem que sorri tem medo de chorar

Nos dedos da criança que constrói seu palácio na areia da praia
Os fantasmas observam e se alimentam pelos olhares perdidos
Os pais são as primeiras vítimas do seu amor incondicional

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Livre sorriso

Um sorriso verdadeiro é um sorriso livre
Que não tem medo do medo de sentir
Que acredita que o tempo é a felicidade

Um sorriso verdadeiro é um sorriso livre
Que se contagia pela beleza da gratidão
Que louva a vida pelo dom de viver

Um sorriso verdadeiro é um sorriso livre
Que não esconde as lágrimas da vida
Que nunca deixa a força do não prevalecer

Um sorriso verdadeiro é um sorriso livre
Um sorriso livre é um verdadeiro sorriso
Um livre sorriso é um sorriso verdadeiro 

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Condições de um sorriso na noite

Com todos os corações ocupados
O tempo de espera é infinito 
E não há mais vagas para sorrir

Noites que festejam apenas sonhos
E não deixam despertar o presente
Paredes são testemunhas do olhar

Mulheres que acreditam esperam 
Homens que acreditam esperam 
A canção não acredita na realidade

Livros são desculpas para a falsa amizade
E nas mãos vazias a espera ansiosa do dia
Centavos na mesa despendem-se da noite

Economia de valores

Santos vivos
Igreja santa
Economia de valores

Freud morreu
Morais eternas
Economia de valores

Jovens velhos
Velhos jovens
Economia de valores

Verdades desconhecidas
Passado presente
Economia de valores

Doentes felizes
Métodos contemporâneos
Economia de valores

Pecado alheio
Sacrifício santo
Economia de valores

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Amar com olhos ocultos

O bem é uma grande caixinha de surpresas
É Pandora que guarda os meus segredos
E depois do fim do dia a saudade brinda

Quem conhece a luz do dia não se permite
Pobres homens são felizes em qualquer bar
Com poucos abraços os olhos são lavados

Todos os dias existem pessoas que sorriem
Com esperança as flores no jardim florescem
O vento liberta os pensamentos mais ocultos

Amar o amor é sentir o mais leve sorriso
Há mulheres que não conhecem o seu  poder
Falsas palavras deixam o adeus mais dolorido

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Paradoxo

A vida é um brinde para a morte
O sorriso que chora é angustiante
As mãos que abraçam dizem adeus
Os pais tem medo do seus filhos

O dia que brilha esconde o brilho da noite
Alegrias são consumidas com toda piedade
Em poucas horas muitas vidas são vividas
Cidades de gente com almas vazias choram 

A verdade que mente é uma mentira verdadeira
Muitas mentiras para poucas e loucas verdades 
Com muita fé a caridade não é comungada
O asfalto na rua esconde sonhos inocentes

Olhar o que se permite é perceber o que não se quer
Perceber os olhares perdidos é encontrar respostas
Encontrar almas por um olhar é sorrir para o destino
O destino olha as respostas que as almas encontram 

Para Bruno Santana Aguiar (03/11/14)

Inata alma

A alma é um desejo inculto
A única verdade que existe inata
A resposta mais verdadeira do olhar

Nenhum ser é maior que sua própria alma
Pensamentos insanos que permitem respirar
Natureza viva de quem sobrevive a vida

A alma que existe inata não consegue morrer
A única verdade do olhar é o solitário travesseiro
Nenhum pensamento sobrevive sem a alma

A resposta que existe é um desejo inculto
A alma é a única resposta de quem vive
Natureza humana sobrevive em silêncio

domingo, 2 de novembro de 2014

Saudades do outro lado

Há uma saudade que nunca termina
Lembranças que nunca se apagam 
Pessoas são eternas nos sentimentos
O amor sobrevive na ausência

Do outro lado o lado é mais humano
E de nossa fé a fé da eternidade
Lágrimas registram a história
O amor é um dom para sempre

Deixar no presente boas lembranças é a essência 
Quem vive a vida sem desistir jamais morrerá
A ausência do agora são os sorrisos do passado
É o amor que nos torna eternos e felizes para viver